• Autor JULIANA IOSELLI MOJON
  • Ano 2017/2
  • Resumo

    O diferencial de uma casa de apoio é não limitar-se a hospedagem, alimentação e transporte, e sim ser a extensão de um lar. Tendo em vista esse conceito, o objetivo do projeto “Casa longe de casa” é contribuir para a garantia da continuidade do acesso dos pacientes ao tratamento e através disso diminuir a evasão hospitalar, em geral ocasionada por dificuldades financeiras. Proporcionando, desta forma, uma melhora na qualidade de vida da criança e sua família. Projetos como estes são considerados de utilidade pública, pois ao evitar a internação desnecessária do acolhido, reduz a exposição da criança ao risco de infecções hospitalares, permitindo, ademais, a liberação de leitos para pacientes que realmente necessitam de internação. Gera-se, desta forma, um aumento significativo na potencialidade de cura nas crianças e adolescentes. A área escolhida situa-se no bairro do Catumbi, com uma posição relativamente central referente a alguns critérios: hospitais de referência e pontos importantes de transporte na cidade (Rodoviária Nova Rio, Central do Brasil, Leopoldina e Cidade Nova). O terreno possui aproximadamente 700 m² e foi cedido à Casa de Apoio à Criança com Câncer - CACCST pela Prefeitura do Rio de Janeiro, a fim de se transformar na nova sede da instituição. O entorno imediato é bem servido de transporte público e sua principal relevância dá-se por uma trifurcação: Rua Frei Caneca, Rua dos Coqueiros e o Túnel Martim de Sá, conectando o recorte ao Centro, a Lapa e a Zona Sul respectivamente. Sendo assim, o terreno possui um posicionamento estratégico, facilitando o deslocamento para os principais hospitais de referência no tratamento do câncer infanto-juvenil.


Universidade Federal do Rio de Janeiro - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Midiateca FAU/UFRJ 2018 ® | Todas as imagens protegidas por direitos autorais.