• Autor Luiza Rocha Linhares
  • Ano 2015/1
  • Coorientador Wilder Ferrer
  • Resumo

    O projeto em questão está localizado no bairro de Água Santa, Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. Dentro do bairro estão situadas duas APAs, a APA do Várzea Country Clube, um clube recreativo em ambiente quase rural que existe desde a década de 80 e a APA da Serra dos Pretos Forros cuja área de abrangência se estende por diversos bairros do Subúrbio e de Jacarepaguá e na qual está contida a chamada “Área D” do Parque Nacional da Tijuca. O Bairro teve um crescimento rápido e desordenada com a criação da Linha Amarela e não sendo acompanhado de investimentos e melhorias pelo poder público. O resultado foi o agravamento das conhecidas mazelas como falta de infraestrutura e educação, desmatamento, ocupações irregulares e de encostas e aumento expressivo da criminalidade, situação que persiste até os dias atuais. Dentre as comunidades mais afetadas está a da favela da Fazendinha, que mais sofreu com as transformações no bairro. A comunidade está situada dentro da APA da Serra dos Pretos Forros e avança cada vez mais para a APA do Várzea Country Clube. A maior parte de seu território está localizada em área de grande risco de escorregamento e ocupa um dos braços do Rio Faria no alto do morro, levando a população a situações de perigo nos dias de cheia. O esgotamento sanitário e o lixo também são grandes problemas para a comunidade já que a coleta de ambos não é feita de forma eficaz sendo grande parte despejada no próprio rio. O avanço do crescimento dessa comunidade contribui ainda mais para o desmatamento de uma região que deveria ser preservada para gerações futuras. Sendo assim, constitui a presente proposta no reassentamento das 137 famílias da comunidade da Favela da Fazendinha para o terreno no início da rua de acesso à favela. Considerando também que dentro deste terreno está uma outra comunidade, Comunidade Torres de Oliveira, com aproximadamente 50 famílias e que apresenta questões semelhantes à favela da Fazendinha de Água Santa foi decidido incorporá-la à proposta e assim totalizando 187 famílias que serão reassentadas.


Universidade Federal do Rio de Janeiro - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Midiateca FAU/UFRJ 2018 ® | Todas as imagens protegidas por direitos autorais.